sexta-feira, 24 de março de 2017

Filha e neto da Secretária Marta Guerra no encarte da revista Natura deste mês.


Anna Guerra, satisfeita com o resultado do trabalho para a revista, disse que o mais importante do destaque, foi o incentivo a adoção.

 A revista de cosméticos Natura deste mês, que começou a circular há poucos dias, trás o especial de dia das mães, e no encarte, a artista plástica Anna Guerra e seu filho Matheus, filha e neto da ex-vice prefeita de Carpina e hoje secretária de ação social da cidade, Marta Guerra, e de seu esposo Joaquim Guerra..
A revista na página 32 conta um pequeno resumo da história de mãe e filho.







Toureiro que levou chifrada no reto passa por cirurgia de reconstrução


O chifre do animal penetrou 20 centímetros.

Cidade do México – Um toureiro que sofreu uma chifrada muito grave, no último domingo, na Plaza México, na Cidade do México, precisou passar por cirurgia de reconstrução do reto.
Antonio Romero, conhecido como “El matador azteca”, recebeu uma chifrada violenta do animal no meio das nádegas. “A chifrada é muito grave e séria, uma lesão severa, na região ano-retal”, comentou o médico ao jornal Debate. De acordo com a ABC, antes de ser golpeado pelo animal, o toureiro era considerado a melhor apresentação da noite.
Após o trauma, o toureiro precisou ser transferido para o hospital da capital mexicana. Ele precisou ser submetido a uma cirurgia de reconstrução do reto e passou por uma colostomia. O chifre do animal penetrou 20 centímetros. Apesar de não haver risco de vida, o estado de Romero inspira cuidados.
O Dia

Brasil se assusta com carne que chega à mesa, mas fecha os olhos para forma do abate


Operação Carne Fraca da Polícia Federal expõe qualidade da carne, mas ainda falta questionar como o animal chega à mesa

Enquanto a operação Carne Fraca assusta os brasileiros sobre a péssima qualidade da carne que chega a sua mesa, alguém questiona a forma como os animais são abatidos neste processo? Em geral, se a criação e o abate seguem ou não a Lei de Proteção Animal e se o gado sofre ou não maus-tratos não são preocupações que costumam passar pela cabeça dos consumidores.

No entanto, quando o tema é o abate de animais em rituais religiosos, as reclamações chegam até o Supremo Tribunal Federal. É na Corte que, sob a proteção de um crucifixo no plenário, os ministros vão decidir se o uso de animais em ritos de matriz africana viola a Constituição, que em seu artigo 225 coíbe a crueldade contra animais. Como a Carta também garante o livre exercício de cultos religiosos, a discussão reacende o debate sobrecerceamento de uma religião por parte do Estado.

“O que eu diria é que a opinião pública jamais associa o abate comercial a maus-tratos e a intolerância faz com que se associe o abate religioso ao sacrifício. Para acabar com o abate religioso, teria que acabar com qualquer tipo de abate”, comenta Hédio Silva Jr., jurista que participou de uma comitiva composta por representantes das religiões de matriz africana que levou ao ministro Marco Aurélio Mello – relator da ação – um parecer técnico para auxiliar no julgamento do caso.

O método utilizado no abate religioso é o da degola, catalogada pelo Ministério da Agricultura como método humanitário. De acordo com a Lei de Proteção Animal, não dar morte rápida, livre de sofrimento prolongado do animal cuja a morte é necessária para consumo ou não é o que caracteriza o mau-trato.

“No abate religioso, o animal não sofre maus-tratos. Nós sacralizamos o animal, e depois ele é consumido como alimento. A gente não faz sacrifício, quem sacrifica é a Friboi”, afirma o babalorixá Ivanir de Santos, que é interlocutor da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa. O abate faz parte  de um preceito litúrgico do candomblé e de alguns segmentos da umbanda, que consomem parte da carne como alimento .

Ainda sem data para julgamento, a ação no STF diz respeito a uma ação direta de inconstitucionalidade apresentada pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul. O texto pede a anulação de uma lei estadual que exime as religiões de matriz africana de processos por maus-tratos a animais e da proibição do sacrifício animal religioso.

A decisão, se entender que a lei gaúcha é inconstitucional, vai ferir o artigo Vda Constituição Federal, que garante a liberdade de crença e das cultos religiosos. Ela seria um retrocesso, um retorno ao tempo em que as religiões chamadas espíritas no Brasil – incluindo o Kardecismo – tinham seus cultos interrompidos pela polícia. Ou ainda, indo um pouco mais atrás, quando os escravos eram proibidos de cultuar seus orixás.

Em 1993, uma discussão semelhante chegou à Suprema Corte norte-americana. O abate religioso na Santeria (religião levada ao país por cubanos) tinha sido proibido na Flórida. Por lá, prevaleceu a Constituição e a tolerância religiosa.
Com a benção do agronegócio

Assim como as religiões de matriz africana, muçulmanos e judeus, naalimentação kosher (judaica) e halal (islâmica), seguem rituais de abate. A diferença é que, por aqui, quando se trata das outras duas religiões, a questão é vista com bons olhos e passa longe do STF.

Setores do agronegócio brasileiro até mesmo se especializaram no abate religioso para garantir o mercado de exportação para os países que seguem essas religiões. A Friboi é a maior exportadora de carne halal do país – os animais são abatidos por degola, com dizeres do alcorão e voltados para Meca. A BR Foods já tem 25% da sua produção voltada para o mercado islâmico – mesmo com denúncias de que a degola não é feita dentro dos preceitos da religião. Ambas são alvos da operação Carne Fraca.

Do mesmo lado, na bancada ruralista do Congresso, com a justificativa de proteger os rebanhos do agronegócio, o deputado federal Valdir Colatto (PMDB-SC) apresentou o projeto de lei 6268/16, que libera a caça de animais silvestres. O texto permite o abate de animais exóticos que possam ameaçar plantações ou o gado, além de prever a criação de reservas privadas para a prática de caça desportiva.

Também por pressão da bancada ruralista, mesmo após decisão desfavorável do STF, a PEC da Vaquejada foi aprovada e a prática passou a ser considerada patrimônio imaterial do Brasil. A emenda ainda pode ganhar um adendo que visa liberar a rinha de galo.

“Não há paralelo possível entre a vaquejada, onde o animal fica confinado e tem seu saco escrotal amarrado, com o abate religioso, onde não existe sofrimento. E na rinha de galo muito vezes o galo perdedor vem a falecer. Nestes casos não há dúvidas de maus-tratos”, afirma Hédio Silva Jr.

Ao que parece o conceito de maus-tratos é relativo. O Brasil estaria mesmo preocupado com os animais nos ritos de matriz africana?

FONTE: brasildefato
Através de O Grito do Bicho

Chefs pernambucanos travam batalhas gastronômicas no Master Scotch





Embaixadores da Chivas Brothers se unem a nomes da gastronomia  em disputa de sabores

Pensando nas variadas possibilidades de misturar gastronomia e etílicos, os embaixadores da Chivas Brothers, Paula Limongi e Tiago Olim se juntaram para criar o Master Scotch, uma batalha de Chefs que serão convocados a fundir estilos, sabores e whisky. O evento acontece de 28 a 30 de março com os Chefs Leandro Ricardo, Leonardo Macedo, Rafael Vasconcellos, Anna Corinna, Armando Pugliesi e Karyna Maranhão. Eles se organizarão em duplas no Espaço Gourmet da Camicado, do Shopping Riomar, para apresentar criações inusitadas com mistura de sabores e ainda concorrer ao primeiro lugar do Master Scotch.

De acordo com Tiago Olim, a ideia é fomentar a cultura do scotch whisky no Recife, que é a cidade que tem a maior taxa de consumo per capita do mundo, os dados são da consultoria Nielsen, de 2012. “ O recifense ama whisky, mas, muitas vezes não sabe do que é feito e quais as possibilidades de consumo, por isso, pensamos em criar uma plataforma entre o scotch whisky e a gastronomia para oferecer uma experiência genuína”, acrescenta. Quem quiser assistir e saborear o resultado da disputa pode se inscrever gratuitamente pelo telefone (81) 3322-8652. São 20 vagas, sujeitas a lotação. Ao final, será disponibilizado amostra do prato e das bebidas. O evento foi pensado para maiores de 18 anos, interessados em gastronomia e whisky.

SERVIÇO:
Local: Espaço Gourmet da Camicado do Shopping Riomar
Data: 28, 29 e 30 de março
Hora: 19h
Inscrições gratuitas e sujeitas a lotação: (81) 3322-8652

Senado ratifica maior acordo bilateral do Brasil negociado por Armando Monteiro

Foto: Ana Luisa Souza/Divulgação

A maior abertura dos mercados de automóveis e da construção civil para empresas brasileiras é um dos efeitos positivos do maior acordo bilateral já firmado pelo Brasil,  de Ampliação Econômico Comercial  com o Peru, ratificado hoje (quinta, 23) pelo plenário do Senado. O acordo foi fechado pelo senador Armando Monteiro (PTB) em abril de 2016, quando era ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.
 
Relator no plenário do decreto legislativo que aprovou o protocolo, Armando ressaltou que o acordo estabelece “a liberalização de serviços, a abertura dos mercados de compras públicas e aprimora o ambiente para os investimentos entre os dois países”. Previu que a corrente do comércio bilateral, da ordem de US$ 3 bilhões anuais, será ampliada no curto prazo.  
 
O acordo Brasil-Peru estabelece, em resumo:

  • acesso das empresas brasileiras às licitações do governo peruano, um mercado superior a US$ 13 bilhões anuais. O acordo de compras públicas, até então inédito, o primeiro assinado pelo Brasil, elimina, para as nossas empresas, a exigência de depósito prévio nos bancos peruanos de 5% do valor dos contratos, tornando-as mais competitivas;
  • antecipação da tarifa zero para as compras peruanas de automóveis brasileiros, prevista originalmente para 2019. Com esta desgravação tarifária, a indústria automobilística, que atualmente vende no Peru menos de cinco mil automóveis por ano, o que equivale somente a 3% do mercado local,  ampliará sua participação num setor que demanda 160 mil novos veículos leves anuais, hoje dominado por empresas asiáticas;
  • acordo no setor de serviços aumentará a participação de empresas brasileiras nos segmentos de comunicação e tecnologia da informação (TI), turismo, transporte, engenharia, arquitetura, entretenimento;
  • facilitação de investimentos, com garantias de não discriminação e criação de mecanismos de prevenção de controvérsias e de arbitragem, ampliando as oportunidades para investimentos brasileiros no Peru e vice-versa. 

José Accioly

Silvio propõe reunião entre Governo e prefeitos do Agreste para discutir saídas para alta da violência

Fotos: Arthur Marrocos


O deputado Silvio Costa Filho (PRB) apresentou, na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), nesta quarta-feira (22), que o Governo do Estado realize um encontro com os prefeitos dos municípios do Agreste para discutir o aumento da criminalidade na região. Segundo dados da SDS, entre 2014 e 2016 houve um crescimento de 64% nos números de homicídios só em Caruaru, além de uma alta de 103% nos crimes contra o patrimônio na cidade no mesmo período.

 “O 4º Batalhão da Polícia Militar, que atende 14 municípios além de Caruaru, está se mostrando insuficiente para combater o crescimento da violência na região. A instalação de mais um batalhão até o fim do ano é importante, mas não dá pra ficar comemorando um anúncio como esse enquanto o número de assassinatos já cresceu 24% só nos dois primeiros meses deste ano e fechou 2016 com 64 mortes por 100 mil habitantes, seis vezes mais que o índice considerado aceitável pela ONU”, destacou.

O parlamentar comparou a extensão das Áreas Integradas de Segurança (AIS) 14, de Caruaru, e AIS 6, de  Jaboatão dos Guararapes. “A AIS de Caruaru é quase 9 vezes maior que a de Jaboatão e, mesmo assim, a região de Caruaru é atendida por apenas um batalhão, enquanto Jaboatão ganhou, desde janeiro deste ano, mais um batalhão (25º BPM), sendo a única AIS com dois batalhões no Estado.

Silvio ressaltou ainda algumas ações implantadas pela prefeita Raquel Lyra, como a criação da Secretaria de Ordem Pública; a elaboração do Plano Municipal de Segurança e a implantação, em curso, do Comitê Permanente Municipal de Segurança Pública. “A Prefeitura de Caruru tem adotado medidas para combater a criminalidade, mas o Governo do Estado precisa também fazer a sua parte, começando com um debate franco com os prefeitos da região e com toda a sociedade do Agreste de Pernambuco sobre o tema”, defendeu.

“O que temos visto, infelizmente, é o crescimento da violência ano a ano enquanto o Governo mostra completa incapacidade de reação. Por isso, o que estamos propondo é que o governador possa reunir os prefeitos da região para discutir ações conjuntas de combate à criminalidade, pois entendemos que o envolvimento de toda a sociedade é fundamental para reduzir os índices de criminalidade”, reforçou.

Pedro Ivo Bernardes

Pernambuco e Azul apresentam números da campanha “Pernambuco é Azul”



Recife, Porto de Galinhas e Fernando de Noronha foram os destinos participantes. Todos apresentaram um crescimento além da meta no número de vendas

Recife, 23 de março de 2017 - O Governo do Estado, através da Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, por meio da Empetur em parceria com a Azul Viagens, realizou, entre os meses de julho de 2016 e janeiro de 2017, a campanha “Pernambuco é Azul”, com o objetivo de fomentar as vendas e aumentar o fluxo de turistas no estado. A apresentação dos números da ação de incentivo foi realizada pelo presidente da Empetur, Adailton Feitosa, e pelo Diretor de Alianças e Azul Viagens, Marcelo Bento, na noite da última quarta-feira (22). Na ocasião, foi realizada a entrega das premiações aos 20 agentes de viagens que mais “venderam” Pernambuco, no Catamaran Tours, no Recife.
A “Campanha Pernambuco é Azul” teve como objetivo de fomentar o turismo do Estado, através de vendas e premiações com agentes de viagens; melhorar os resultados de vendas do destino, tanto na baixa, quanto na alta temporada; e divulgar junto aos profissionais e público final, a grande diversidade de equipamentos e destinos turísticos Pernambuco tem a oferecer.
Ao fim da ação de incentivo, todos os resultados superaram as expectativas com base nos dados de 2015. Ao todo, houve um crescimento 53,2% no número de venda. O destino destaque foi o Recife que teve um aumento de 84,3%, seguido de Porto de Galinhas com 60,5% e Fernando de Noronha 18,3%.
 “As ações de incentivo e a promoção de capacitações para os agentes de viagens são de suma importância para o crescimento de visitantes em um destino, seja na baixa ou na alta temporada, já que Pernambuco tem um calendário de atrações durante o ano todo. A “Pernambuco é Azul” mostrou por meio de números a necessidade de se promover mais ações como essa”, comenta o presidente, Adailton Feitosa.
Para o evento no Recife, vieram agentes de viagens de diversas cidades do Brasil. Além dos prêmios, eles estão participando de um famtour no Recife, Olinda e Porto de Galinhas. Os 10 melhores foram premiados com celulares, computadores, tablets, além de uma moto e um carro, para o segundo e primeiro lugar, respectivamente.
"O grupo Azul vêm sendo um grande parceiro do Recife. Em 2016, a companhia aérea escolheu a cidade como hub de conexões do Nordeste e no mesmo ano, agora com a Azul Viagens, fechamos a parceria que celebramos hoje. A campanha contribuiu - inclusive além da expectativa - para o incremento no fluxo de turistas no Recife e em Pernambuco, além de ter capacitado e sensibilizado agentes de viagens de várias partes do País", destaca a secretária de Turismo, Esportes e Lazer do Recife, Ana Paula Vilaça.
Durante o período do projeto foram realizadas capacitações em oito cidades (Presidente Prudente, São José do Rio Preto, Ribeirão Preto, Campinas, Porto Alegre, Curitiba, Belo Horizonte e Uberlândia). No total, foram 620 agentes de viagens capacitados com informações sobre o os atrativos pernambucanos, o que contribuiu de forma decisiva para a comercialização do destino.
"Nós da Azul estamos muito satisfeitos com essa campanha. Uma ação conjunta que representou um ótimo crescimento de vendas para Pernambuco. Com isso, já vamos iniciar a reedição da campanha para o segundo semestre de 2017", comenta o Diretor de Alianças e Azul Viagens, Marcelo Bento.

A ação contou com a parceria da Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer do Recife, Prefeitura do Ipojuca, Associações de Hotéis de Porto de Galinhas (AHPG), Associação Brasileira da Industria de Hotéis (ABIH-PE), Porto de Galinhas ConventionVisitors Bureau e Recife ConventionVisitors Bureau. 

ISABELA PONTES





Doação de Órgãos e Tecidos como assunto de sala de aula na Rede de Ensino de Pernambuco.



Proposta é do Deputado Estadual Augusto Cesar - PTB, através do projeto de Lei nº 1270/2017,
que determina a inclusão do tema transversal "Doação de Órgãos e Tecidos" do 6º ao 9º ano do Ensino Médio.

O Deputado Augusto César, que também é Professor e Biomédico, entende que só com a inclusão do assunto no conteúdo da disciplina de ciências biológicas, disseminará o ato da doação de órgãos e tecidos que é uma atitude cidadã e de solidariedade, popularizando o conhecimento entre os jovens e derrubando preconceitos e tabus que o tema ainda enfrenta na sociedade. 

Pernambuco já conseguiu realizar mais 18 mil transplantes desde a fundação da Central de Transplantes em 1995. E é um dos Estados da federação que mais realiza esse tipo de cirurgia, reconhecido pelo Ministério da Saúde como exemplo a ser seguido. No entanto, a fila a espera de órgãos e tecidos é muito extensa, milhares de pessoas de todas as idades esperam por doações desses órgãos para conseguirem viver ter uma vida normal.

O projeto já foi distribuído para as Comissões Temáticas da Alepe, e, se aprovado, será uma Lei importante para estimular a doação de órgãos e tecidos em Pernambuco, e reduzirá a longa espera de milhares de pacientes.

DOMINGO NA ARENA CONTARÁ COM EXPOSIÇÃO DE MINI ANIMAIS, SHOW DE MÁGICA E PROJETO SONS DO SILÊNCIO





São Lourenço da Mata, 23 de março de 2017 – O Domingo na Arena terá uma presença especial neste dia 26/03. O projeto contará com uma atração que promete encantar jovens e adultos: exposição de mini animais! O público poderá curtir os animais presentes na Praça Sul da Arena de Pernambuco, e mais: a criançada passeará com pôneis, que poderão ser alugados para passeios, ao custo de R$5 por passeio. O interessado deve adquirir uma ficha, que será vendida no local, para poder brincar com o pônei.

O Domingo na Arena também terá o show de mágica de Rodrigo Lima. Um espetáculo gratuito, que envolve mágica, ventriloquia e sorrisos. São mais de 10 anos realizando espetáculos de mágica que encantam crianças e adultos. Rodrigo se apresentará no palco do projeto no período da manhã, e promete animar o público em uma apresentação repleta de afeto com sua turma mágica de bichinhos.

O público também contará com duas apresentações inéditas: a palestra lúdica da Associação Gargamel, além do Instituto Sons do Silêncio. A Associação Gargamel é sediada no Cabo de Santo Agostinho, e tem por intenção transformar as pessoas por meio da educação. Com suas palestras, buscam promover a educação complementar através do lazer, esporte e cultura. No Domingo na Arena, abarcarão o tema da sustentabilidade.

Em parceira com o Porto Social, incubadora e aceleradora que tem a finalidade de estimular a prática da solidariedade no Recife, o Instituto Inclusivo Sons do Silêncio (IISS) iniciou as atividades no dia 06 de Junho de 2016. Idealizado pelo professor e maestro Carlos Alberto Souza Alves, o IISS tem por objetivo incluir socialmente as pessoas com deficiência através da música, com foco na pessoa surda. 

Atualmente, o projeto conta com 12 alunos, com aulas de saxofone e trombone de vara. Um projeto surgido da solidariedade, e que todos podem participar. O Domingo na Arena ainda terá o tradicional aulão de zumba com Edmilson Nascimento, bem como os polos esportivo, cultural, sustentável, gastronômico e infantil. Vale ressaltar que as únicas atrações pagas serão o passeio de pôneis (R$5) e o tour pela Arena de Pernambuco (R$2).


PROGRAMAÇÃO – DOMINGO NA ARENA – 26/03
10h – Show do Mágico Rodrigo Lima
11h30 – Palestra Lúdica Associação Gargamel
15h-16h – Apresentação Sons do Silêncio
16h – Show de Zumba 
Exposição de Mini animais: durante todo o dia 

Maurício Penedo
Gestor de Comunicação da Arena de Pernambuco  

segunda-feira, 20 de março de 2017

Alepe promove audiência sobre reforma da previdência



A Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) deu início, nesta segunda-feira (20), às discussões sobre o Projeto de Emenda Constitucional (PEC) 287, que trata da reforma da Previdência Social. Promovida pela Comissão Especial dedicada ao tema na Alepe, a audiência pública contou com a participação de deputados estaduais, representantes da bancada federal e entidades da sociedade civil.

Presidente da comissão, o deputado Silvio Costa Filho (PRB) destacou que o que os integrantes do colegiado vêm percebendo é que a atual proposta de reforma do Governo Federal não terá o apoio da sociedade pernambucana. “A reforma, da maneira que foi sugerida pelo Governo Federal, tira direitos dos trabalhadores e é inoportuna. Particularmente sou contrário à proposta, pois não é a Previdência que deve ao Brasil, é o Brasil que deve à Previdência”, destacou. 

Relator da Comissão da Previdência Social, o deputado Rodrigo Novaes (PSD) também se mostrou contrário à proposta, que classificou como desmonte social. “O sistema precisa ser revisto, sim, mas com bom senso. A idade mínima que estão propondo para o Brasil hoje só será adotada daqui a nove anos no Japão, país onde a expectativa de vida chega a 84 anos”, comparou. 

De acordo com o presidente da Comissão de Direito de Seguridade Social da Ordem dos Advogados do Brasil de Pernambuco (OAB-PE), Alexandre Vasconcelos, o sistema previdenciário brasileiro não apresenta déficit e sim superávit. “O que é apresentado como déficit, na verdade, diz respeito à aposentadoria rural, que são na verdade benefícios de assistência social”, explicou.

Representante da bancada federal na audiência pública, o deputado Silvio Costa (PTdoB) defendeu a taxação de grandes fortunas e a regulamentação dos cassinos como alternativas para reforçar o caixa da Previdência. O parlamentar criticou também a exclusão das forças armadas da reforma. “Ou a reforma é para todos ou não é para ninguém”, defendeu.

Ao final do encontro, o deputado Silvio Costa Filho pediu às entidades presentes na audiência pública que enviassem suas sugestões e considerações em relação à PEC 287 para a Comissão Especial da Previdência Social para subsidiar o relatório final que será apresentado à sociedade. “O Governo Federal precisa promover um amplo debate com a sociedade sobre o tema, de forma transparente, abrindo todos os números da Previdência, e não fazer uma reforma de maneira açodada, sem discussão”, avaliou.

Pedro Ivo Bernardes

Armando e prefeito de São Lourenço juntos para gerar mais emprego



Fotos: Victor Soares/Divulgação


Em visita a São Lourenço da Mata, nesta segunda-feira (20), o senador Armando Monteiro (PTB) conversou com o prefeito Bruno Pereira (PTB) sobre a atração de investimentos e empresas para o município. Segundo o líder petebista, o objetivo é gerar empregos e melhorar a renda da população. Em paralelo, Armando também se comprometeu em levar mais recursos federais para a cidade, com a implantação de obras e políticas públicas. Um dos equipamentos a ser contemplado é o Pátio da Feira, que será requalificado e ampliado pela Prefeitura.

Armando Monteiro destacou que a Agência Municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo, Agricultura e Meio Ambiente (Adesma), criada na gestão Bruno Pereira e que tem o papel de atrair indústrias e empresas para o município, terá uma ação decisiva no desenvolvimento de São Lourenço da Mata nos próximos anos. 

“A Prefeitura não pode apenas se voltar para a prestação de serviços convencionais, como o da limpeza. O município também tem que atuar na promoção econômica, na atração de investimentos, na articulação para gerar empregos. A criação da Agência de Desenvolvimento marca uma preocupação do prefeito Bruno Pereira em atuar nessa promoção econômica. Eu quero ser parceiro desse trabalho para a gente levar investimentos para São Lourenço e gerar empregos, que é o que a população precisa”, afirmou Armando Monteiro.

O prefeito Bruno Pereira sublinhou que a experiência que o senador acumulou à frente da Federação das Indústrias de Pernambuco (Fiepe), Confederação Nacional da Indústria (CNI) e do Ministério do Desenvolvimento contribuirá para que a Adesma possa abrir as portas para população conquistar empregos. “A Agência foi criada pensando em gerar empregos. E não tem uma pessoa mais gabaritada que o senador nessa área para nos ajudar a desenvolver São Lourenço e fazer da cidade um grande polo para trazer emprego para o nosso povo”, disse. 

PROGRAMAÇÃO – A visita de Armando Monteiro a São Lourenço começou com uma passagem na Prefeitura. Na sede do Executivo municipal, o senador foi recebido pelo prefeito Bruno Araújo, o vice-prefeito Doutor Gabriel Neto, secretários municipais e vereadores da cidade, onde discutiram os projetos prioritários da gestão. O petebista elogiou as primeiras ações do governo municipal, como a racionalização administrativa. “O prefeito Bruno Pereira tem tomado medidas que claramente apontam para o rumo certo”, assinalou.

Em seguida, Armando, o prefeito e comitiva fizeram uma visita ao Hospital e Maternidade Petronila Campos, reaberto neste mês após ter ficado fechado por cinco meses. Nos dois primeiros meses de 2017, a gestão municipal investiu mais de R$ 600 mil na recuperação da unidade de saúde, comprando medicamentos e insumos, além de contratar profissionais e especialistas e implantar um sistema informatizado.

A passagem de Armando por São Lourenço concluiu com uma visita ao Pátio da Feira. O senador se prontificou em ajudar o governo municipal a conseguir recursos federais em Brasília para revitalizar o espaço público, de modo a abrigar mais boxes e acomodar de forma digna os feirantes e oferecer mais conforto e higiene à população.

Além do senador Armando Monteiro, participaram da visita a São Lourenço o presidente estadual do PTB, José Humberto Cavalcanti, o deputado federal Zeca Cavalcanti (PTB), os deputados estaduais Júlio Cavalcanti (PTB) e Joel da Harpa, além de vereadores e lideranças locais.

José Accioly

Fé, alegria e esperança na celebração das águas da transposição




O Dia de São José é uma data especial e cheia de simbolismo para o povo nordestino. Neste dia a religiosidade popular destina ao santo as orações e pedidos de chuva e por uma boa colheita. É um dia de festa e neste último domingo (19) a festa teve um caráter ainda mais simbólico.
O dia foi escolhido para a inauguração popular da transposição do Rio São Francisco na bacia do Rio Paraíba, em Monteiro; onde estive ao lado dos ex-presidentes Lula e Dilma e de colegas parlamentares e lideranças populares de várias regiões. Essa obra estruturante é um dos principais legados dos governos progressistas no Brasil. Quando estiver pronta, nos dois eixos, a transposição deve beneficiar 12 milhões de pessoas.
Assistimos ontem uma linda manifestação que levou milhares de pessoas ao cariri paraibano. Emocionante ver, já ao longo da estrada, o reconhecimento popular, as manifestações de carinho ao ex-presidente Lula e os depoimentos sobre como essas águas mudarão definitivamente a vida do povo daquela região.
A transposição é um sonho antigo dos sertanejos. É um projeto que data do período colonial e que nunca saiu do papel. A primeira versão desse projeto data de 1847. Desde então muitas vezes as águas do São Francisco foram apontadas como boa solução para o enfrentamento da seca e voltavam a ser esquecidas ao final de cada período de estiagem.
Ainda durante o período da ditadura militar o caráter cíclico das secas já era de conhecimento público e exigia ações mais perenes. No entanto, conforme denunciou Marcia Dementshuk em reportagem para a Agência Pública*, a informação foi mantida em segredo e a transposição mais uma vez não saiu do papel. “O fato de as secas nordestinas serem cíclicas já havia sido preconizado em 1977 pelos pesquisadores Carlos Girardi e Luiz Teixeira, do Centro Técnico Aeroespacial (CTA), em São José dos Campos (SP). Mas a informação era mantida em segredo pelo governo militar. Os pesquisadores previram secas com duração de cinco anos a cada 26 anos, e secas de menor intensidade, com duração de três anos, a cada 13 anos”.
A decisão política e reconhecimento do papel dessa obra para o desenvolvimento do país e enfrentamento às desigualdades regionais foram fundamentais para que em agosto de 2007 esse projeto finalmente tivesse início. Ao longo dos Governos Lula e Dilma muitos desafios precisaram sem enfrentados para que, afinal, pudéssemos ver as águas correndo nas terras pernambucanas e paraibanas, irrigando a sede e renovando a esperança do nosso povo.
Ver concluído um trecho de uma obra estruturante como essa aumenta nossa convicção na defesa de um projeto popular e progressista para o país. Materializa o que o golpe que sofremos no ano passado tenta tirar do nosso país. O sorriso, a fé, a alegria que tomou conta desse domingo nos lembra que o nosso povo tem direito à felicidade e que nós temos o dever de combater o golpe, lutar pela nossa democracia e junto com esse nosso povo retomar o caminho do crescimento, do desenvolvimento e da soberania.
Luciana Santos é deputada federal por Pernambuco e presidenta nacional do PCdoB


*Artigo originalmente publicado no Portal Brasil 247

COMUNICADO - ADIAMENTO DO ENCONTRO MUNICIPAL DE TURISMO


sexta-feira, 17 de março de 2017

Feriados prolongados estimulam o turismo em 2017



Com os dias de folga, setor injetará R$ 21 bilhões a mais na economia do País

O ano de 2017 será de oportunidades para quem gosta de viajar. Muitos feriados nacionais cairão em dias úteis como segunda, quinta e sexta-feira, além dos feriados estaduais e municipais que ajudarão a estender as folgas. A Associação Brasileira das Agências de Viagem (Abav) estima que a demanda por viagens de lazer em 2017 deverá crescer entre 8% e 14%.

Pesquisa realizada no mês de janeiro pelo Ministério do Turismo, em sete capitais, comprova as estimativas de crescimento do número de viagens no verão e nos feriados prolongados. A intenção do brasileiro de viajar nos próximos seis meses cresceu de 19% para 23%, na comparação com o mesmo período do ano passado.

Para o turismo, esses números são muito positivos. Na projeção feita pelo Ministério do Turismo é possível constatar que as viagens nos fins de semana, prorrogados por feriados, irão injetar R$ 21 bilhões a mais na economia do País. O levantamento considerou um acréscimo de 22 dias de folga, quando R$ 10,5 milhões de viagens deverão ser realizadas.

As empresas do segmento já começaram a sentir o impacto dos feriadões com o aumento na procura por pacotes de viagens. É o caso dos resorts Enotel Convention & Spa e Enotel Acqua Club Porto de Galinhas que no início do ano já haviam alcançado 100% de ocupação para o Carnaval. Já os resorts Salinas Maragogi All Inclusive Resort e Salinas Maceió All Inclusive Resort, em Alagoas, seguem o mesmo fluxo, com taxa de ocupação na faixa de 90% para o feriado da Páscoa.



Em 2017, os feriados nacionais caem nos seguintes dias: Carnaval (28 de fevereiro – terça-feira); Paixão de Cristo (14 de abril – sexta-feira); Tiradentes (21 de abril – sexta-feira); Dia do Trabalho (1º de maio – segunda-feira); Corpus Christi (15 de junho – quinta-feira); Independência do Brasil (7 de setembro – quinta-feira); Dia de Nossa Senhora Aparecida (12 de outubro – quinta-feira); Finados (2 de novembro – quinta-feira); Proclamação da República (15 de novembro – quarta-feira); e Natal (25 de dezembro – segunda-feira). De acordo com o estudo do Ministério do Turismo, o feriado que deve gerar o maior impacto é o Dia de Nossa Senhora Aparecida, quando 1,94 milhão de viagens movimentarão R$ 3,9 bilhões na economia.

Adnna Fernandes

Luciana Santos propõe data nacional em homenagem ao Maracatu



A deputada Luciana Santos apresentou nesta quarta-feira (15) um Projeto de Lei pela criação do Dia Nacional do Maracatu. A parlamentar sugere que o dia 1º de agosto seja instituído como data nacional, a exemplo do que acontece em Pernambuco, que desde 1997 instituiu a data em homenagem ao mestre Luiz de França, que por 40 anos comandou o Maracatu leão Coroado, um dos mais antigos em atividade no estado.

Essa é uma iniciativa que requer apoio popular, por isso a parlamentar realizou audiência pública sobre o tema em Olinda, ainda no ano passado e lançou um abaixo-assinado na internet para que as pessoas que apoiam a medida possam se manifestar. A petição está no site do Avaaz:  https://goo.gl/x23srJ

Infraestrutura na área de transportes é tema de debate na Fiepe


Foto: Andréa Xavier/ Fiepe

A Secretaria Estadual de Transportes (Setra) marcou presença na reunião promovida pelo Conselho Temático de Infraestrutura (Coinfra) da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (Fiepe).

Na ocasião, o gerente geral de Projetos, Luiz Alberto de Araújo, detalhou o projeto do Miniarco, maior obra de mobilidade da Região Metropolitana do Recife (RMR), que terá 14,4 quilômetros de extensão, ligando o entroncamento da PE 35 (acesso à Itamaracá) ao entroncamento da PE-15 com a BR-101 (Hospital Miguel Arraes). O custo estimado é de R$ 160 milhões.  Atualmente, quatro empresas foram autorizadas pelo Governo de Pernambuco para iniciar os estudos técnicos desta importante intervenção.

O gestor falou também dos serviços de recuperação de 30,5 quilômetros da BR-101, no contorno do Recife. A ação custará R$ 192 milhões. O trecho contemplado vai do viaduto sobra a PE-15 (Paulista) até o entroncamento com a antiga BR-101 (Prazeres). Além disso, foi debatido o projeto do Arco Metropolitano.

“Este tipo de iniciativa é muito importante, pois possibilita a troca de experiências. Ouvi importantes sugestões. Também tive a oportunidade de apresentar projetos e ações que o Governo de Pernambuco está colocando em prática, visando melhorar a mobilidade urbana da RMR e da região da Mata Norte e, consequentemente, o escoamento da produção industrial daquela região”, ressaltou Luiz Alberto Araújo. 

 Participaram do encontro, Ricardo Essinger e Fernando Teixeira, presidentes da Fiepe e do Coinfra, respectivamente, além de membros do Comitê de Jovens Empresários, dentre outros.

Marcelo Aragão

Oficina de chocolates e encenação da Paixão de Cristo irão marcar a Semana Santa do Enotel Porto de Galinhas



Programação é direcionada para adultos e crianças

Durante o feriado da Semana Santa, o Enotel Convention & Spa e Enotel Acqua Club Porto de Galinhas prepararam uma programação especial para adultos e crianças. No período de 12 a 16 de abril, além das opções de lazer e entretenimento, será encenado o espetáculo da Paixão de Cristo, com exclusividade, para os hóspedes que escolheram os resorts para desfrutar o feriado prolongado. 

A programação especial do Enotel durante a Semana Santa contempla oficinas de chocolate, pintura facial e reciclagem para os adultos. Já a criançada poderá participar de atividades recreativas como corrida do ovo, coelho na toca, bingo doce, chocolouco e corrida do coelho. Haverá também show especial ‘Mundo de Alice’ no Teatro Amália Rodrigues, brincadeiras de caça ao tesouro, teatro de fantoche e entrega de ovos de chocolate.

O pacote de Páscoa oferece hospedagem em apartamento duplo e inclui duas crianças até seis anos de idade como acompanhantes, no regime all inclusive, ou seja, com todas as refeições incluídas. As pessoas que fizerem as reservas por meio do site do Enotel também terão a possibilidade de comprar um passeio até Fazenda Nova e assistir ao espetáculo da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, no município de Brejo da Madre de Deus (não incluído na diária).

Além do pacote de Páscoa, os hóspedes poderão desfrutar das atividades habituais dos resorts, como aulas de dança e  fitness, atividades nas piscinas e quadras de areia, jogos de vôlei, futebol, hidroginástica e shows. 


RESORTS ENOTEL - Localizado à beira-mar da praia de Porto de Galinhas, litoral sul de Pernambuco, os resorts estão situados a 40 minutos de distância do Recife e a 2,5 km da Vila de Porto de Galinhas e são ideais para descanso em família ou para negócios. No total, o complexo dispõe de 715 acomodações, integrados em uma ampla infraestrutura. Em 2016, ao completar dez anos, os apartamentos e a área de lazer do Enotel Convention & Spa foram totalmente reformados. As novas instalações proporcionam mais conforto e garantem modernidade ao ambiente. 

Alessandra Raposo

Caçadores matam onça, debocham do animal e vídeo causa revolta


Crime aconteceu no último fim de semana em uma fazenda particular.
Polícia investiga e diz que caçadores poderão ser presos.

Dois caçadores ilegais mataram uma onça pintada, no último fim de semana, dentro de uma fazenda particular no bairro Iporanga, em Juquiá, no interior de São Paulo.

Em um vídeo obtido pelo G1, os homens aparecem comemorando e debochando do fato de terem atirado no rosto e no pescoço do animal. A história revoltou moradores e a polícia investiga o caso.


O vídeo foi gravado pelos próprios caçadores, que enviaram as imagens por meio de grupos de WhatsApp. Um dos caçadores conta em detalhes o motivo de ter executado o animal. "Ela largou dos cachorros e estava investindo em nós. Dei um tiro de 12 na cabeça e o Jorge atirou no pescoço. Os dois tiros falaram juntos", relata o caçador.

Crime ambiental aconteceu no último fim de
semana em Juquiá, SP (Foto: Reprodução/G1)

Em determinado momento do vídeo, o caçador começa a brincar com o animal, mostrando os dentes e as patas da onça, se gabando do abate e ressaltando o tamanho do animal. "Vocês dizem que por aqui não tem onça grande. Olha o tamanho da mão desta onça. Olha o tamanho da presa desse diabo [sic]", completa.

O crime ocorreu dentro de uma reserva particular. A pequena cidade de Juquiá, no interior do Estado, tem pouco mais de 20 mil habitantes. Grande parte do seu território é considerado área de proteção ambiental, onde vivem muitos animais, alguns deles ameaçados de extinção e protegidos por lei.

A Polícia Ambiental disse ao G1 que o crime cometido pelos caçadores pode ser enquadrado no artigo 29 da lei 9605/1998, que protege animais de caça e perseguição em seu habitat natural. Os caçadores deverão ser ouvidos e, se condenados, podem pegar até um ano de detenção. A Polícia Civil também está investigando o caso. Até o momento, nenhum dos suspeitos foi identificado ou preso.

Caçadores mostraram os dentes da onça (Foto: Reprodução/G1)

O Grito do Bicho

Mudança inédita na inscrição para o Programa de Regionalização do Turismo dos municípios

Resultado de imagem para programa de regionalização do turismo

Depois de conversas com Ministério do Turismo, Secretaria de Turismo do Estado comemora: agora a atualização do Mapa do Turismo será durante o primeiro ano de exercício dos mandatos de prefeito e de governador

Recife, 17 de março de 2017 – Os municípios pernambucanos com vocação para o turismo vão ganhar uma nova chance para entrar no Mapa do Turismo Brasileiro. Depois de um trabalho árduo com o Ministério do Turismo, o secretário de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, Felipe Carreras, junto com secretários de outros estados, anuncia que conseguiu modificar o prazo da inscrição do Programa de Regionalização do Turismo para que os municípios que ainda não participam do Mapa do Turismo possam enviar suas documentações. Segundo a portaria da MTUR 268 de 28/12/16, a partir de agora a atualização do Mapa do Turismo será bienal: durante o primeiro ano de exercício dos mandatos de prefeito e de governador. A próxima reabertura será em junho deste ano.
Para se inscrever serão necessários alguns pré-requisitos dos municípios, como possuir oferta turística; possuir características similares e/ou complementares e aspectos que os identifiquem enquanto região, ou seja, que tenham uma identidade histórica, cultural, econômica e/ou geográfica em comum; ser limítrofes e/ou distribuídos de forma contígua; possuir órgão responsável pela pasta de turismo (Secretaria, Fundação, Coordenadoria, Departamento, Diretoria, Setor, dentre outros); aderir de forma voluntária à região turística e ao Programa de Regionalização do Turismo.
“A participação no Programa de Regionalização do Turismo oferece oportunidade para os municípios elevarem suas potencialidades turísticas ao nível do turismo nacional. A inserção garante também recursos para que a atividade turística movimente a economia das regiões e consequentemente aqueça todo o Estado. Vale lembrar que a verba do Ministério do Turismo só será repassada para quem fizer parte do Mapa do Turismo e para isso será necessária essa inscrição para que os municípios sejam aprovados”, explica o secretário de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, Felipe Carreras.
Em 2015, a Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco e o Ministério do Turismo iniciaram o recadastramento de todos os municípios pernambucanos que possuem algum tipo de estrutura turística e onde a atividade voltada para o turismo é mais consolidada. O objetivo foi formar o Mapa do Turismo Brasileiro. Todos os municípios tiveram a oportunidade de se inscrever para participar do mapa. Dos inscritos, o Ministério do Turismo considerou 57 cidades, que estão divididas em 14 regiões. Da nova configuração, surgiram duas novas regiões: Encantos do Agreste Teares e Bordados.
Confira atualmente as regiões em Pernambuco do Mapa do Turismo:

•        ÁGUAS DA MATA SUL: Palmares, Quipapá e São Benedito do Sul;
•        ÁGUAS E VINHOS DO VALE DO SÃO FRANCISCO: Orocó, Lagoa Grande, Petrolina, Santa Maria da Boa Vista;
•        CANGAÇO E LAMPIÃO: Santa Cruz da Baixa Verde, São José do Belmonte, Serra Talhada e Triunfo;
•        COSTA NÁUTICA COROA DO AVIÃO: Goiana, Igarassu, Ilha de Itamaracá, Paulista;
•        ENCOSTAS DA CHAPADA DO ARARIPE: Araripina, Bodocó e Exú;
•        ENGENHOS E MARACATUS: Lagoa do Carro, Nazaré da Mata, Paudalho, São Lourenço da Mata e Itambé;
•        FÉ E ARTE: Belo Jardim, Arcoverde, Bom Conselho, Sanharó, Garanhuns, Ibimirim, Pesqueira, Poção e Saloá;
•        HISTÓRIA E MAR: Cabo de Santo Agostinho, Fernando de Noronha, Jaboatão dos Guararapes, Recife e Olinda;
•        HISTÓRICA, DOS ARRECIFES E MANGUEZAIS: Tamandaré, Rio Formoso e Sirinhaém;
•        ILHAS E LAGOS DO SÃO FRANCISCO: Belém do São Francisco e Petrolândia;
•        MODA E ECOTURISMO: Santa Cruz do Capibaribe e Taquaritinga do Norte;
•        SERRAS E ARTES DE PERNAMBUCO: Bezerros, Bonito, Brejo da Madre de Deus, Caruaru, Gravatá e Vitória de Santo Antão;
•        ENCANTOS DO AGRESTE: Agrestina, Cupira, Lagoa dos Gatos e Panelas;
•        TEARES, BORDADOS E RAÍZES MUSICAIS: Timbaúba, Bom Jardim, Limoeiro e Passira;

ENCONTRO MUNICIPAL – Para oficializar as mudanças na inscrição do Programa de Regionalização para os gestores municipais e repassar as novidades sobre a pasta, o secretário Felipe Carreras reúne na próxima semana secretários de turismo e prefeitos do Estado. O encontro será realizado na quinta-feira (23), às 8h, no Centro de Convenções de Pernambuco. Na pauta, informações sobre como funciona a estrutura funcional da Seturel, do Prodetur, da Empetur, da Política de Fomento ao Turismo, além de passar detalhes sobre a Promoção do destino Pernambuco, da Comunicação aplicada ao Turismo e da Gestão Municipal ao Turismo. “Um diferencial desse encontro será a Bancada de Informações, onde os prefeitos e secretários terão a oportunidades de uma conversa pessoal com nossos atendentes para tirar dúvidas e pegar informações”, explica Carreras. Os gestores interessados em participar do evento devem se inscrever informando nomes e cargos através do endereço conselho@setur.pe.gov.br.

SERVIÇO
ENCONTRO MUNICIPAL DE TURISMO
DATA: 23 de março de 2017
HORÁRIO: 8h às 16h30
LOCAL: Centro de Convenções de Pernambuco (Teatro Brum)
CONTATO: Margarete Alves – (81) 3182-8311

SECRETARIA DE TURISMO, ESPORTES E LAZER DE PERNAMBUCO 

quinta-feira, 16 de março de 2017

Secretária de Saúde de Carpina presta contas a população nesta sexta feira.

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, close-up



Acontecerá amanhã (17), na Casa Dr. Murilo Silva em Carpina, as 9:00h, uma prestação de contas feita pela secretária de saúde, Jacilene Silva, á população carpinense de como encontrou a situação da saúde ao assumir a pasta. A secretária pretende também tirar dúvidas da população sobre sua gestão.

A prestação de contas será aberta ao público e estão convidados a população, vereadores, presidentes de associações e sindicatos.

Assembleia Legislativa concede Medalha de Ouro Joaquim Nabuco à Paixão de Cristo de Nova Jerusalém




A Assembleia Legislativa de Pernambuco concedeu à Sociedade Teatral de Fazenda Nova, que comemora este ano 50 anos da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, a Medalha Joaquim Nabuco, Classe Ouro, que é a mais alta honraria do legislativo do Estado. O projeto de concessão da medalha foi do deputado Diogo Moraes. Além disso, atendendo proposta da deputada Laura Gomes, subscrita pelos deputados Diogo Moraes e Tony Gel, a Casa do Povo também homenageará os organizadores do espetáculo em inédita sessão solene que será realizada na cidade-teatro de Nova Jerusalém, em Brejo da Madre de Deus, no próximo dia seis de abril.
O texto da proposta aprovada por unanimidade ressalta a importância do espetáculo para a cultura e a economia da região, além da projeção artística do evento teatral que conta a história do personagem de maior destaque na história da humanidade e que é considerado atualmente uma das principais atrações turísticas do calendário cultural brasileiro. Realizado no maior teatro ao ar livre do mundo, a peça conta a história dos últimos dias de Jesus com a participação de 50 atores e 400 figurantes em nove palcos-plateia, que são réplicas de prédios e lugarejos da Jerusalém de 2 mil anos atrás.
A presença da Assembleia Legislativa em Nova Jerusalém, em rara sessão especial solene, celebra também o pioneirismo de Plínio Pacheco, idealizador e construtor da Nova Jerusalém. O empreendedorismo do patriarca da família Pacheco deu dimensão internacional a peça de teatro amador que era apresentada pelas ruas de Fazenda Nova por iniciativa do político e empresário Epaminondas Mendonça, que, em 1951, reuniu a família e amigos para realizar a encenação na vila como forma de movimentar o comércio e o turismo no local.
Em 1968, o espetáculo passou a ser encenado na cidade-teatro de Nove Jerusalém e hoje está profissionalizado, inclusive com a presença de nomes destacados da TV Globo ocupando os principais papéis e contando com forte divulgação em mídia nacional, além de um crescente investimento em tecnologia de ponta em equipamentos de som e iluminação, além da produção de ricas peças de figurino e efeitos especiais. A proposta da deputada estadual Laura Gomes também faz jus ao trabalho de Robinson Pacheco, filho de Plínio e atual presidente da Sociedade Teatral de Fazenda Nova, responsável pela continuação de uma obra artístico-cultural com meio século de presença exitosa no cenário artístico do Ocidente.