terça-feira, 31 de maio de 2011

E a novela continua: vereador Dedé Lanche x motoqueiros revoltados parte 2

Hoje o vereador Dedé Lanche tomou uma atitude que deixou a todos os motoqueiros irados: simplesmente rasgou o papel que traz o projeto dos motoqueiros para  a discussão e aprovação da legalização da profissão, declarando que não vai votar a favor do mesmo alegando que o sindicato só quer dinheiro, aliás isso o mesmo já havia dito em alto e bom som semana passada porque eu mesma vi.
Será mesmo vereador? Achei uma atitude muito errada para um parlamentar que está a serviço do povo, entre eles os motoqueiros...Realmente o vereador foi infeliz com tal atitude sem dúvida. Lamentável.

A reunião da câmara dos vereadores que aconteceria hoje não aconteceu e parece aos olhos de quem vê proposital  para não votarem no projeto de regularização da profissão de motoqueiro.

O que eles querem?
Organização e segurança: Motoqueiros padronizados, com nome no uniforme, tipo sanguíneo(em caso de acidente), número da inscrição de ambos no sindicato além das exigências óbvias que seriam habilitação e maioridade. Existem lugares em que os profissionais da área estão regularizados há 15 anos...

É bom que as pessoas se conscientizem que a regularização da profissão traz benefícios para os usuários desse serviço. Cito um único exemplo verídico: Uma jovem estudante da Falub pegou a moto de um falso mototaxista e no meio do caminho ele se revelou assaltante levando todos os seus pertences. Pensem nisso...

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Que prefeito fabulista

O prefeito humilde que só queria o benefício da cidade do Carpina sem se importar de quem viesse a ajuda deixando de lado qualquer picuinha política está cada vez mais extinto.
A última do gestor foi declarar de forma vulgar e irônica que desconhecia a emenda no valor de R$300.000,00(trezentos mil reais) enviada pelo deputado federal Raul Henry a prefeitura do Carpina para investimentos na área de esportes da cidade. Disse que seria bom que o deputado realmente enviasse esse recurso já que o mesmo teve uma votação muito expressiva na cidade. E disse com outras palavras que isso não passava de sensacionalismo eleitoral provavelmente se referindo a vereadora Marta Guerra  tendo a ousadia de dizer que o deputado nunca entrou em contato com ele para comunicar que mandaria o ofício destacando que todos os deputados tomam essa atitude ao enviar emendas para a cidade para se gabar.
Entrando em contato com a assessoria do deputado Raul Henry que está viajando, nos foi enviado Aviso de Recebimento (AR)  que é um serviço adicional dos Correios que permite ter em mãos um comprovante escrito com a assinatura da pessoa que recebeu e a data da entrega de sua remessa posta sob registro e ainda nos foi dito que o deputado entrou sim em contato com o prefeito e perguntou se ele aceitaria receber uma emenda a pedido da vereadora Marta Guerra tendo o aval do mesmo que disse que toda ajuda seria bem-vinda se fosse para o bem da cidade. Então conclui-se que mesmo que o ofício não tenha chegado as mãos do prefeito por incompetência da assessoria dele, ainda sim, ele mentiu ao dizer que não recebeu ligação alguma da parte do deputado. Realmente como disse a vereadora Marta Guerra ele devia prestar atenção no que diz pois é muito feio denegrir a imagem alheia. O nome da funcionária que recebeu o AR é Renata A. Freitas. Só para lembrar, aí está o ofício e o AR assinado por ela para mostrar que contra fatos não há argumentos! 


Depois de ter sido divulgado esse ofício em toda a imprensa da cidade e região (blogs, rádio e jornal) o bonito ao ser questionado sobre o fato vem dizer que não chegou nada nas mãos dele????
Porque esse cidadão não se manifestou antes ao ver sendo divulgado na imprensa? Está na cara que ele não tem o brilhantismo e a humildade de aceitar o fato para não admitir a ação da vereadora Marta Guerra e do deputado por ela apoiado. Pura "pinimba" política. Bonito pra cara dele. 
Tento sempre ao criticar me referir ao gestor de forma respeitosa, mas realmente para se respeitar é preciso ser respeitado. Apesar de tudo nunca pensei que o mesmo seria capaz de se expressar de forma tão leviana diante dessa situação. Isso que chocou! 

domingo, 29 de maio de 2011

O casamento comunitário em Carpina: pelo 4º ano realizando sonhos e superando expectativas

Ao som de muitas músicas românticas, no último sábado dia 28 de maio aconteceu na cidade do Carpina pelo 4º ano consecutivo o casamento comunitário superando todas as expectativas. O evento realizado pelo supermercado Todo Dia em parceria com a Metas Assessoria e ainda contando com o apoio do Lyons Club do Carpina, oficializou cem casais.

Sob o comando do radialista Francisco Jr., e diante da mesa de honra da qual fizeram parte Priscila Santos(diretora da escola técnica Maria Eduarda), Maria Olindina da Silva(diretora distrital do supermercado Todo Dia), Hugo Mendonça e Maria Helena(diretores da revista Presença), Ronaldo Gomes de Araújo(pastor da igreja Batista Central do Carpina, que deu a sua palavra aos noivos), Antônio Carlos de Oliveira(presidente do Lyons Club) e da juíza da comarca de São Lourenço da Mata, a excelentíssima senhora Marinêz Marques Viana, eles disseram sim.

Os noivos Isac Vicente de Amorim e Maria da Soledade da Conceição  foram contemplados ainda com um par de alianças. Muito feliz e emocionada Maria da Soledade falou: "É muito especial. Uma coisa que nunca tinha conseguido fazer e hoje estou fazendo. Agradeço muito ao Todo Dia. Segundo ele e primeiramente a Jesus. Estou muito feliz", disse. Mais um casal foi contemplado com o terno do noivo e além desses, presentes foi o que não faltou para os noivos tendo sido sorteados ao final da festa.

Marcando presença na festa sem nenhuma finalidade política, mas sim como convidado de um dos casais, o empresário Carlinhos do Moinho junto com sua esposa Alberice disse que o evento superou suas expectativas já que foi a primeira vez que esteve no evento:"Com certeza superou minhas expectativas. Esse evento é muito importante, quero parabenizar a todos os idealizadores: ao supermercado Todo Dia, a vereadora Marta Guerra, ao Lyons Club e a juíza colaborando com esse casamento. Muito importante um evento como esse pela oficialização de cem casais, das famílias, então, é muito importante que eventos como esse sejam repetidos. Muitas paz e muitas felicidades a todos os casais" declarou.

Ainda na festa conversei com presidente do Lyons Club do Carpina, Sr.Antônio Carlos de Oliveira e perguntei ao mesmo o que ele sentia ao ver o sorriso de satisfação no rosto dos noivos e o mesmo declarou:"É com grande alegria que o Lyons participa mais uma vez desse evento patrocinado principalmente pelo grupo Almart representado pelo supermercado Todo Dia. Ficamos muito feliz em participar e como a nossa função é servir desinteressadamente, nós estamos prestando um serviço em parceria com a Metas que é o nosso aliado e hoje me parece que o evento está muito mais esplendoroso do que o anterior e acho que vai ser sempre assim. Para nós é uma satisfação muito grande pelo evento e pela oficialização do casamento dessas pessoas mostrando que o cidadão carpinense está procurando cada vez mais a sua cidadania" finalizou.

Antes de todos os presentes ao cerimonial cantarem juntos a oração da família conversei com a vereadora Marta Guerra que não escondia em sua face a sensação de alegria e dever cumprido: " Quarto ano e 350 casamentos. Cada ano nos sentimos mais gratificados, pois esse é um projeto muito bom, que é de melhorar a vida das pessoas. Nós estamos legalizando a união conjugal de um casal, é bom tanto para eles quanto para a família. O sonho vai ser realizado. O Todo Dia que é o patrocinador, junto com a Metas Assessoria, o Lyons Club, o fórum, cartório civil, o buffet de Midian, Amélia decoração...É um todo que faz a festa ficar linda e gratificante. Todos nós aqui saímos ganhando, tanto que estamos promovendo quanto eles que estão recebendo o benefício" disse a veradora ao lado da tesoureira da Metas a vice-primeira dama que também transparecia muita alegria e satisfação. 

Início da cerimônia
A vereadora Marta Guerra presidente da Metas Assessoria da início a festa com discurso bem humorado


A mesa de honra



Decoração da quadra da escola técnica Maria Eduarda. By Amélia Carneiro

Todos os noivos tiveram direito a muitos flashs
























                                                                 A caminho do altar




Kkkkkkkk! Marconi muitíssimo bem humorado com sua noiva esplendorosa

                                                            A hora do tão esperado sim













A vice-primeira dama de Carpina Srª Glória Muniz (esq.) ao lado de minha mãe Virgínia Barbosa

Final da festa: Hora das assinaturas


                                                       
                                                    Belo bolo. By Midian.




Detalhe: Noivinhos


sexta-feira, 27 de maio de 2011

Elegantéeeeeerrimo

 Convite da recepção de casamento dos promoters Wellington Couto e Fernando Reinaldo só aqui você vê















Eu fui convidada. E você?
Caso não, não fique triste pois estarei lá e trarei os melhores detalhes desta festa que promete "causar" para vocês!

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Votação do Código Florestal

por Raul Henry, quarta, 25 de maio de 2011 às 14:50



A votação do Código Florestal terminou na madrugada de hoje. Ninguém contesta que a lei é muito boa para o futuro: ficaram definidas as áreas de uso restrito, a delimitação das áreas de Reserva Legal obrigatória com cobertura vegetal nativa, as Áreas de Preservação Permanente (APPs), quais sejam: margens de rios, lagos e lagoas; encostas com declividade superior a 45 graus; restingas fixadoras de dunas e estabilizadoras de mangues; topos de morros e montanhas; bordas de tabuleiros ou chapadas; e qualquer vegetação em altitude superior a 1800 metros. Ficaram também estabelecidas as sanções administrativas civis e penais para aqueles que não respeitarem essas normas.

Todos esses pontos foram votados consensualmente.

As divergências se deram unicamente em relação ao passado. O Governo queria regulamentar por decreto as atividades agrícolas consolidadas até 22 de julho de 2008. A Câmara resolveu fixar os critérios por lei.
A percepção que tive foi a de uma falsa radicalização de pontos de vista, pois, como já afirmei, todos estavam de acordo quanto ao futuro da preservação do nosso patrimônio ambiental.
A lei proposta é adequada para a realidade do país. Protege o futuro das nossas florestas e de outros biomas ameaçados, e reconhece situações historicamente consolidadas. Como podemos ignorar fatos seculares como o plantio da cana de açúcar e da banana na zona da mata de Pernambuco, a pecuária na bacia leiteira do Agreste ou a agricultura do vale do rio São Francisco?
Um debate dessa importância não pode ficar restrito a rótulos ou palavras de ordem. Isso não é uma luta entre “ambientalistas” e “ruralistas”, entre “preservacionistas” e “desmatadores” ou entre “avanço” e “atraso”.
Votei a favor do Projeto porque li seu conteúdo, acompanhei as discussões e tenho plena consciência de que ele é bom para o Brasil.