terça-feira, 30 de junho de 2015

Repercussão da foto do PM dando comida a cadelinha - Penápolis - SP



Você viu?
A foto deste PM alimentando um cão na rua postada por amigo seu, gerou uma enorme comoção. Foi muito bom porque nós estamos carentes de ver coisas boas feitas pelos animais. A cadelinha foi encontrada e está numa clínica. Veja: Cachorra alimentada por PM em foto que viralizou na internet é encontrada. Parabéns ao PM Lauro Miller. Selecionei uma matéria que divulgam seu ato:  PM de Penápolis (SP) interrompe ronda para alimentar cão faminto

Estou muito feliz de saber da tamanha repercussão que se deu após eu ter publicado a foto do policial Militar de São Paulo alimentando um cachorro na rua de Penápolis. Estou ainda mais contente em ver a imprensa tradicional gerando matérias positivas da polícia e que minha página esteja sendo a responsável por essa mudança. 

Fonte: O Grito do Bicho

Em Portugal, queimam gato vivo nas Festas de São João - Mourão, Vila Flor






Tradição cruel- A Associação Midas denunciou hoje um caso nojento de umas festas populares que queimam um gato vivo, tudo em nome da tradição, faz lembrar o festival na China em que matam cães.

Um gato que é fechado dentro de uma peça de barro, colocado no cimo de um poste, a imensos metros de altura. O gato vai sendo “assado” vivo e, por fim, cai, com o gato a arder. Com toda a certeza acabará por morrer, após o sofrimento brutal que lhe foi infligido.

Os factos terão ocorrido na noite de S. João, na freguesia de Mourão, Vila Flor sob o nome FESTAS DE SÃO JOÃO NO MOURÃO 2015. “A Queima do gato é uma festa tradicional portuguesa que tem lugar no Mourão (Vila Flor) durante a época das festas de São João”, diz a associação na sua página de Facebook. Esta tradição supostamente tinha sido abolida em 2008, mas pela calada afinal continuam com esta barbárie.

“Por favor, DENUNCIEM JÁ ESTE CRIME DE MAUS-TRATOS A ANIMAIS para o Tribunal Judicial da Comarca de Vila Flor, SERVIÇOS DO MINISTÉRIO PÚBLICO e à GNR de Vila Flor:
Enviar para: vilaflor.tc@tribunais.org.pt; ct.bgc.dmdl.pvlf@gnr.pt
Com o conhecimento destes:
CC: co.dsepna@gnr.pt; ct.dvrl.npa@gnr.pt; dirgeral@dgav.pt; alfredosobral@dgav.pt; mtmonteiro@dgav.pt; geral@cm-vilaflor.pt”, apela a Associação Midas

Fontes:

Resposta da polícia local:
Informação sobre “a queima do gato” em Mourão - Vila Flor Caros seguidores, Foi recentemente publicado um vídeo de um gato a arder na localidade de Mourão - Vila Flor. Sobre este acontecimento, informamos que já foi aberto um inquérito judicial, tendo o Tribunal de Vila Flor delegado a investigação na GNR, pelo que estamos neste momento a realizar diligências no sentido de identificar o(s) autor(es) desta situação.

PAUTA DA SESSÃO ORDINÁRIA DO DIA 30 DE JUNHODE 2015 NA CASA DR. MURILO SILVA

PARA DISCUSSÃO E VOTAÇÃO ÚNICA

- PROJETO DE LEI Nº 014/2015 (na origem), de autoria do PODER EXECUTIVO MUNICIPAL, que dispõe sobre abertura de crédito adicional especial e suplementação de verbas do orçamento em vigor.


PARA 1ª DISCUSSÃO E VOTAÇÃO

- PROJETO DE LEI Nº 012/2015 (na origem), de autoria do PODER EXECUTIVO MUNICIPAL, que regulamenta o horário de funcionamento de bares, restaurantes, lanchonetes e similares, além dos shows realizados em espaços públicos, no município do Carpina/PE e dá outras providências. (Apreciação da Emenda Modificativa nº 001/2015)

- PROJETO DE LEI Nº 018/2015, de autoria do VEREADOR MARINALDO MANOEL DOS SANTOS,dispõe sobre a obrigatoriedade de colocação de camarotes com acessibilidade e banheiros para pessoas com deficiência física nas festividades realizadas no município de Carpina e dá outras providências.


PARA 2ª DISCUSSÃO E VOTAÇÃO

- PROJETO DE LEI Nº 019/2015, de autoria do VEREADOR ROGÉRIO PAULO DO MONTE, considera de Utilidade Pública Municipal o SINDICATO DOS TAXISTAS DO CARPINA - SINDTAC.


REQUERIMENTOS

- REQUERIMENTO Nº 144/2015 de autoria doVEREADOR JOSÉ CLÁUDIO DA SILVA, que requerque seja oficiado ao Exmo Sr. CARLOS VICENTE DE ARRUDA SILVA, Prefeito de Carpina, proposição no sentido de que o mesmo providencie a aquisição de motocicletas para atuar no serviço de primeiros socorros na modalidade motolância. 

- REQUERIMENTO Nº 145/2015 de autoria doVEREADOR MARINALDO MANOEL DOS SANTOS, que requer que seja oficiado ao Exmo Sr. CARLOS VICENTE DE ARRUDA SILVA, Prefeito de Carpina, proposição no sentido de que o mesmo providencie junto à Secretaria Municipal de Segurança Pública, que sejam pintadas e sinalizadas com tinta amarela refletiva (para que seja possível a visibilidade a noite), todas as lombadas existentes em todas as vias centrais da cidade e adjacências.

- REQUERIMENTO Nº 146/2015 de autoria doVEREADOR ALBERTO BRUNO FERREIRA RIBEIRO, que requer à Mesa que, consultado o Plenário, na forma regimental, seja concedido VOTO DE APLAUSOS a todos que fazem a Biblioteca Pública Municipal Dr. Geraldo Calábria Lapenda na pessoa de seu gestor, Professor Edi Slovick.

Audiência na Alepe diz não à redução da maioridade penal




Fotos: Rinaldo Marques

Nesta terça-feira (30) a Câmara dos Deputados votará a proposta de redução da maioridade penal. A deputada Luciana Santos ouviu a opinião de parlamentares, entidades e movimentos sociais nessa segunda-feira (29) em audiência pública na Assembleia Legislativa de Pernambuco

A redução da maioridade penal foi tema de debate na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), nesta segunda-feira (29). A deputada Luciana Santos foi uma das convidadas para a audiência proposta pelo deputado Tadeu Alencar (PSB) – integrante da Comissão Especial da Câmara que analisa a PEC 171/93 – e aprovada pelos deputados estaduais Raquel Lyra e Waldemar Borges (PSB).

Luciana falou sobre a singularidade do momento político-social que vive o Brasil. De acordo com a deputada as origens miscigenadas do povo brasileiro deram fruto a uma sociedade com muitas diferenças, mas que sempre soube conviver com seus preconceitos e multiplicidade social, histórica e econômica.  O momento atual, no entanto, vem se pautando pelo alto grau de intolerância e retrocesso de ideias. “Nós vivemos no Congresso Nacional uma agenda retrógrada. Infelizmente, a maioria da composição da Câmara hoje carrega com muita força o pensamento mais conservador da sociedade e por isso em momentos como esse é muito necessária a reação de homens e mulheres que lutam por justiça e por liberdade no nosso país”, afirmou.

O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) também foi citado pela parlamentar como exemplo de que existem opções para punir os jovens infratores. Luciana enfatizou que é preciso desmistificar a crença de que adolescentes infratores não são punidos e afirmou que os jovens “são punidos também pela violência e pela falência do sistema que não inclui, que não dá escola, oportunidades ou perspectivas de futuro”.

A Comissão que analisou a proposta da Redução da Maioridade Penal aprovou a proposta por maioria no último dia 17 de junho. Luciana acredita que a situação pode ser revertida no plenário a partir do debate entre parlamentares e com a articulação e participação da sociedade civil. Entidades estudantis garantiram na justiça o direito de participar da sessão que analisará a matéria.

Para o deputado Waldemar Borges a falta de tempo prejudica o debate com a sociedade, que não tem informações completas sobre a questão. “Debates como esse colocam luz em uma discussão muito séria. Se mais tempo tivéssemos, certamente muita gente que pensa de forma diferente à forma que pensamos teria condições de rever suas posições”.

Os jovens são vítimas, não culpados!

Representantes da sociedade civil organizada também marcaram presença na audiência. Flor Ribeiro, presidenta da União dos Estudantes de Pernambuco, salientou que a juventude precisa de mais espaços de incentivo à cultura e à arte como alternativa às ruas e ao descaso de que são vítimas atualmente.

O arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, reforçou a posição da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), contrária à redução da maioridade penal. “Muitos dos parlamentares a favor dessa proposta, que se dizem cristãos, não ligam minimamente a fé com a ética. Na Bíblia, a justiça de Deus não é punitiva ou vingativa, mas restaurativa, pregando o perdão. A mensagem do evangelho é o amor”, lembrou.

O posicionamento do Governo do Estado, que é contra a alteração na Carta Magna, foi defendido pelo secretário estadual de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Isaltino Nascimento. Ele apresentou dados segundo os quais 0,27% dos jovens pernambucanos estão cumprindo medidas infracionais, enquanto 60% das vítimas de crimes violentos letais têm até 29 anos de idade. “Menos de 0,01% deles cometeram crimes hediondos. Ou seja, reduzir a maioridade é uma falácia, uma mentira”, argumentou o secretário.

Luciana também lembrou que 59% dos mortos que morrem por arma de fogo estão na faixa etária da adolescência. “Não é possível que queiramos criminalizar aqueles que são as maiores vítimas nesse processo de violência e de insegurança que vive a Nação brasileira. Vamos enfrentar esse discurso falacioso e mentiroso que no Brasil as crianças e adolescentes é que são os principais culpados por essa violência, eles são as principais vítimas”.

“O Brasil criou uma doutrina de proteção à criança e ao adolescente, mas ainda não conseguiu implementá-la na prática. Não temos garantido direito à cidadania, educação de qualidade, segurança e amor, como prevê o Estatuto da Criança e do Adolescente. Mas estamos querendo criminalizar a juventude, em vez de garantir esses direitos”, apontou a presidente da Comissão de Justiça, deputada Raquel Lyra.

Já o deputado federal Tadeu Alencar (PSB-PE) demonstrou preocupação com os encaminhamentos da votação da PEC. “Diante de um cenário de crise, esse debate surge gerando a falsa impressão de que assim se resolve a questão da violência”, ressaltou o parlamentar.

A PEC 171 vai aprofundar os problemas

A deputada Luciana chamou a atenção, ainda, para o fato de que com a aprovação existirá a possibilidade de adolescentes com 16 anos terem permissão para dirigir ou comprar bebidas alcoólicas, por exemplo. Além disso, enfatizou que os aliciadores de menores utilizarão crianças cada vez mais novas para se tornarem o que chamou de “escudos do crime”.

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil seccional Pernambuco (OAB), Pedro Henrique, alegou ser inconstitucional a matéria. “O artigo 228 justifica a inconstitucionalidade por se tratar de uma Cláusula Pétria. Além disso, é vedado o retrocesso”, justificou.

A parlamentar argumentou que o Brasil possui a quarta maior população carcerária do mundo, com meio milhão de pessoas e que colocar jovens nessa situação seria oficializar “escolas de formação do crime”. É preciso fazer valer a Constituição Federal e a Convenção Internacional das Nações Unidas sobre os Direitos da Criança e do Adolescente, que o Brasil assinou em 1989”, explicou.

“Não é possível que nós vamos conviver com o fato de que a cada uma hora no país a gente tem um jovem assassinado. Esse sim é o olhar e a perspectiva precisamos ter para fazer o enfrentamento. É como diz aqui a campanha da juventude: não queremos a redução da maioridade penal, a solução para isso é mais escola e menos cadeias”. 

Também participaram do encontro os deputados Zé Maurício (PP), Teresa Leitão (PT), Rodrigo Novaes (PSD), Ângelo Ferreira (PSB), Simone Santana (PSB) e Edilson Silva (PSOL), além de membros da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ministério Público de Pernambuco (MPPE), Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), União dos Estudantes de Pernambuco (UEP), prefeituras do Estado, conselhos profissionais, organizações de direitos humanos e movimentos estudantis. Todos apresentaram posição contrária à redução da maioridade penal. Único a se manifestar a favor da PEC nº 171/93 na ocasião, foi o deputado Joel da Harpa (PROS). 

Luciana Santos 
Deputada Federal (PCdoB/PE)

“Vamos continuar a mostrar o Pernambuco de Verdade”

Crédito da foto: Assembleia Legislativa/Divulgação

No balanço do primeiro semestre, Bancada de Oposição na Assembleia diz que permanecerá cobrando respostas do Governo do PSB a problemas do Estado


A Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa fez um balanço positivo das atividades da Casa no encerramento do primeiro semestre, nesta terça-feira (30). De acordo com os parlamentares, o trabalho na Alepe - tanto dos membros da oposição quanto da base governista - valorizaram o papel do Poder Legislativo, com debates permanentes sobre os temas de interesse do Estado.

“Nesta nova legislatura houve uma valorização maior do debate, do contraditório, e a ampliação do diálogo com a sociedade civil organizada. Isto fortalece o Poder Legislativo”, afirma o líder da Oposição, deputado Silvio Costa Filho (PTB), para quem o trabalho do grupo deu maior dinamismo à Casa. Como exemplo, ele cita a ampliação do número de audiências públicas realizadas na Alepe neste período.

Segundo Costa Filho, os temas apresentados pela Oposição tiveram o propósito de apresentar o Pernambuco de Verdade, e não o que o Governo do Estado tenta vender nas propagandas oficiais. “Nosso papel é mostrar que, após oito anos e meio de gestão do PSB, Pernambuco passa hoje por um quadro de dificuldades, com os problemas se acentuando. É preciso uma agenda propositiva para o Estado”, aponta.

O parlamentar cita questões que, na sua avaliação, precisam ter respostas mais firmes e objetivas da gestão estadual. “O Estado está hoje mais endividado, há um grande passivo de restos a pagar, os municípios sofrem com a redução de quase 40% nos repasses do  FEM, e isto sem terem recebido nenhum real para os projetos apresentados em 2015”, relaciona. Ele lembrou que dos R$ 9,7 milhões liberados este ano, nada foi para projetos de 2015, mas só de 2013 e 2014, quando o governador tinha dito que não faltaria dinheiro para este ano. O Fundo Estadual de Apoio ao Municípios (FEM) foi criado em 2013 para financiar projetos das prefeituras.

Outro problema trazido por Silvio é o da falta de perspectivas de aumento do funcionalismo público. “Pernambuco atingiu o limite prudencial de 47% com gastos de pessoal e ainda não apresentou ao funcionalismo como irá sair desse índice, para negociar os reajustes salariais. Há um déficit de diálogo com a categoria”, aponta.

Vice-líder da oposição, a deputada estadual Teresa Leitão (PT) lembra que o Governo do Estado tem mostrado total inabilidade no trato com as reivindicações das mais diversas categorias do Estado, a exemplo dos professores e da polícia civil. “Nestes seis primeiros meses de gestão Paulo Câmara, professores e alunos foram vítimas de um acúmulo de erros na área da educação. Foi decepcionante ver que um governo que prometeu em quatro anos dobrar o salário dos trabalhadores em educação, não atendeu sequer ao Piso Salarial Nacional dos Professores e, na primeira rodada de negociações, já partiu para punições como o afastamento dos profissionais das Escolas de Referência”, exemplifica Teresa.

O também vice-líder oposicionista, Álvaro Porto (PTB), chama a atenção para a falta de iniciativas em áreas que afetam a qualidade de vida da população. “A Oposição teve a oportunidade de mostrar, por exemplo, levantamentos preocupantes sobre as obras travadas na área de mobilidade, que já contam inclusive com recursos mas não saem do canto por inoperância da gestão”. Ele lembra dos projetos de navegabilidade do Rio Capibaribe, dos corredores de BRT e do abandono dos terminais integrados de passageiros.

A piora na prestação de serviços na saúde pública de Pernambuco, com UPAs funcionando precariamente, unidades que sequer foram inauguradas e rede de hospitais com falta de especialistas, são outros problemas que, segundo Álvaro Porto, foram tratados com seriedade pela oposição, que procurou o diálogo tanto com a Secretaria de Saúde quanto com entidades médicas e órgãos como o Ministério Público de Pernambuco (MPPE).

Silvio Costa Filho adianta que durante o recesso a Bancada da Oposição continuará a atuar, fazendo um balanço do trabalho realizado até o momento, “até para voltar a formular questionamentos que ficaram sem resposta”, e realizando uma nova agenda de visitas e cobranças à gestão estadual.

Armando negocia parcerias com secretária de Comércio dos EUA


Washington (EUA) – O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro, afirmou nesta terça-feira (30), em Washington, durante encontro com a secretária de Comércio dos EUA, Penny Pritzker, que a remoção de barreiras não tarifárias no curto prazo é um passo importante para construir um amplo acordo de comércio entre Brasil e Estados Unidos.
"O sucesso da agenda comercial entre Brasil e Estados Unidos depende da parceria e do engajamento do setor privado dos dois países", afirmou Monteiro. Após o encontro, Monteiro participou da abertura da terceira cúpula empresarial Brasil-Estados Unidos.


Monteiro presidiu os trabalhos juntamente com Penny Pritzker; o vice-presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Paulo Tigre; e Myron Brillant, presidente da Câmara de Comércio dos Estados Unidos. O evento teve a participação de 390 empresários norte-americanos e brasileiros.

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Em Carpina hoje tem o forró delas, As Coleguinhas Simone & Simaria


É isso, está marcado para esta segunda ás 00h, o show com As Coleguinhas. O encerramento das festas juninas no Parque de Eventos 2015 também será marcado pelos shows de RR Sertanejo, previsto para ás 20h e Anjo Azul previsto para ás 22h.

Flashs da festa deste sábado,27, em Carpina. Veja as caras que deram pinta por lá:

Divertida, agradável e bonita. Assim pode ser bem definida a comemoração junina do último sábado(27), em Carpina. Com uma presença do público não tão expressiva como já vista em outros dias devido as grandes atrações em outras cidades, há quem prefira assim por se sentir mais à vontade e livre para dançar tanto no palhoção quanto no pé de serra. O fato é que Carpina não fez feio para quem resolveu desfrutar das atrações da cidade, contando a mesma animação dos outros dias. Confira aqui alguns trechos da festa:

Crédito das fotos: Dani Nurse (Favor se for reproduzir ou copiar a foto para publicar em redes sociais, citar a fonte pois as mesmas estão protegidas por direitos autorais)

Forró Pé de Serra:



Show da Banda Forró Bakana




Marcílio Montier


 Camarote da prefeitura














Foto gentilmente cedida por Paulo Ottwil

Show da banda Capital do Sol




quarta-feira, 24 de junho de 2015

Flashs da véspera do São João em Carpina! Veja quem apareceu no camarote e trecho do show.

Na noite passada (23), véspera de São João, a chuva não conseguiu atrapalhar o brilho da festa preparada para o santo homenageado em Carpina. Damos destaque para a cartada de mestre da administração neste São João com a contratação do transformista Marcílio Montier. O artista tem um carisma incontestável e envolve o público com suas performances e interatividade, chamando as pessoas para o palco. Destacamos também o concurso de forró entre casais, o casal campeão ganhou R$100,00 de presente do prefeito Carlinhos do Moinho. A última banda a se apresentar, Encantu's, chegou muito atrasada mas o show animou os forrozeiros e transcorreu normalmente.

Veja fotos:
Primeira dama Alberice Mendes

Presidente da Câmara de Carpina Dudu Izidoro, de blusa xadrez, noiva e família
Manoel Izidoro, Dudu Izidoro e prefeito Carlinhos do Moinho

Secretário de Governo Neco da Kombi, Prefeito Carlinhos do Moinho e vereador Marinaldo Santos

Esq, para dir. Danielle Nurse, Eliane Feliciano e Cida Nunes

Dr.Marinaldo, João e Edgar Melo.

Mônica Byone e sua mãe

Secretária de Saúde Cássia do Moinho e noivo.

Secretário adjunto de assistência social e esposa

Mano do Moinho com sobrinha Cássia e esposa


O transformista Marcílio Montier

 Banda Encantu's



Marcondes de Salete e esposa.